Cooperação Sul-Sul

Você já ouviu falar sobre Cooperação Sul-Sul ? Sabe como funcionam os projetos nesta área?
Vem aprender com a gente!

Como surgiu ? Historicamente, a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento ocorreu durante muitos anos no sentido Norte para o Sul, ou seja, a partir das experiências e recursos vindos dos países considerados desenvolvidos para o resto do mundo. Entretanto, no fim dos anos 90, com a emergência de novas economias tais como o Brasil, a Rússia, a Índia, a China e a África do Sul, comumente chamados de BRICS, novas rotas de cooperação internacional foram criadas.

Por quê surgiu? A Cooperação Sul-Sul se integra nesta nova fase do contexto internacional, em que as economias emergentes aspiram uma maior representação global e um aprofundamento das relações entre países. Ela engloba então os projetos de cooperação em áreas diversas (saúde, infraestrutura, tecnologia, educação, etc) articulados entre os países do Sul global, isto quer dizer, países emergentes e em desenvolvimento.

O que é ? A principal característica deste é o intercâmbio de iniciativas bem-sucedidas entre os países do Sul levando em conta a premissa de que lidam com desafios similares. Ao invés de se inspirarem nos países do Norte, os países do Sul global têm a oportunidade de intercambiar experiências para superarem desafios similares. Essa troca tem um grande potencial de sucesso e de criação de soluções inovadoras para problemas em comum.

Com mais de 10 anos de experiência na gestão de projetos de cooperação Sul-Sul, A Ponte acredita que os países que enfrentam problemas de desigualdade e pobreza também possuem a rica capacidade de gerarem soluções inovadoras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil:

França:

Scroll Up